09 ago Como fazer discursos de Formatura que ficam na história

Um dos momentos mais esperados da colação de grau é o discurso de formatura. A chance de relembrar as histórias vividas na faculdade e homenagear professores queridos e também os pais que ajudaram a viabilizar a conquista do diploma. Se você foi escolhido como orador da sua turma, parabéns! Seus colegas apostaram em você para ser a voz do grupo provavelmente por ser uma pessoa querida que fará a diferença na hora de representar a turma.

 

Sinta-se orgulhoso. Sua turma confia em você para representá-los.

 

Mas atenção: todos os olhares se voltam para o orador na colação, por isso você deve se preparar bastante para fazer um discurso de formatura leve, coerente e capaz de emocionar o público.

Que tal algumas dicas para ajudar na preparação?

Siga estes passos para fazer um discurso inesquecível.

 

Mas cuidado, não vai ser tão simples quanto parece.

A criação do discurso de Formatura

A construção de um bom texto passa por algumas etapas:

  1. Antes de começar a escrever, lembre como foram os seus dias na faculdade. Pense no que mudou em você e nos seus colegas desde o início das aulas, as pessoas que você conheceu, os professores que todo mundo comenta, os acontecimentos que marcaram essa trajetória. Faça um balanço geral da experiência na universidade;
  2. Escolha um tema para focar. É importante que o discurso faça sentido de uma forma geral. No final da sua fala, deve ficar alguma reflexão para o público. O foco pode estar nos desafios superados pela turma ou nas transformações e responsabilidades que chegam com o final do curso, por exemplo. Pense no tema que mais retrata a experiência vivida pela turma e foque nele;
  3. Monte a estrutura do texto:
    • Introdução: o discurso precisa capturar a atenção dos ouvintes logo de cara, assim eles ficarão envolvidos com a sua fala. Conte uma história, relembre um fato curioso ou engraçado sobre a turma (sem ser constrangedor), enfim, cative as pessoas ao começar; 
    • Desenvolvimento: após conquistar a atenção do público, não deixe a peteca cair! Mantenha a linha de raciocínio dentro do tema escolhido e faça a conexão natural com o que foi dito na introdução. Vale a pena ter momentos de quebra, com alguma lembrança pitoresca que surpreenda o público; 
    • Conclusão: leia o seu texto e avalie o que fica de reflexão. O final deve ser bom o suficiente para levantar as pessoas e deixar a sensação de dever cumprido nos alunos, pais e professores.
  4. Amarre todo o conteúdo e feche a versão final. Verifique se os parágrafos estão conectados, se não há erros de português que possam confundir a leitura e se o texto flui com naturalidade. Uma dica bacana é elaborar a versão final em um dia diferente da estruturação do conteúdo, assim você escreve com o pensamento renovado e pode ter outras ideias.

 

Fica a dica: procure escrever frases curtas que deixem a leitura mais clara e objetiva. O ideal é que o discurso dure de cinco a sete minutos, por isso não tenha medo de cortar alguma informação que não tenha tanta importância ou impacto.

 

Ensaie até cansar!

 

A prática leva a perfeição.

 

Com o texto pronto, ensaie todos os dias como se estivesse no palco. Essa é a única forma de assegurar que a escrita está fluida, faz sentido e não prejudicará sua fala. Veja algumas dicas para os ensaios:

  • Grave o seu discurso e escute o resultado. Dessa forma você saberá onde dar mais intensidade, aumentar a voz, se a fala está lenta ou rápida demais e outros aspectos para melhorar antes do evento;
  • Assista a vídeos de outros discursos feitos por outros alunos e também por grandes personalidades mundiais para servir de inspiração;
  • Tente memorizar a maior parte do discurso para não ter que olhar as anotações e perder o ritmo da fala;
  • Verifique se o tamanho da letra e o papel estão adequados para a sua leitura. Caso ache que irá tremer na hora, escolha um papel mais grosso;
  • Faça o discurso para outras pessoas que você sabe que vão dizer com sinceridade o que sentiram durante a sua fala e sugerir pontos a melhorar.

Fica a dica: discursos inesquecíveis são aqueles que trazem entusiasmo, motivação e sentimento em cada frase. Uma boa ideia é fazer algumas pausas dramáticas para que o público possa pensar, rir ou se emocionar com o que foi dito. Faça marcações no seu texto que indiquem o momento certo para você fazer essas pausas.

 

No dia da colação de grau

 

Erros podem acontecer, o importante é manter a calma!

 

Pode parecer impossível, mas tente afastar o nervosismo. Saiba que diante de você estarão pessoas queridas, que torcem pelo seu sucesso. Para ficar mais seguro, se atente a pontos como:

  • Antes de começar cumprimente e agradeça a presença de todos;
  • Mantenha o papel em uma altura confortável para a sua leitura e que permita mais facilmente fazer o contato visual com o público;
  • Comece com um sorriso para conquistar logo a simpatia dos presentes;
  • Contenha os gestos. Fique atento para ver se não está gesticulando demais e tirando o foco do discurso;
  • Lembre-se de fazer contato visual com o público para que eles se sintam envolvidos por você. Isso também ajuda a recuperar o fôlego e descontrair;
  • Adote uma postura bem-humorada e leve que mostre a sua felicidade em estar ali;
  • Se estiver confiante e achar que há oportunidade para improvisar, faça-o. Mas, tome cuidado para não se perder na fala.

E o mais importante, não se preocupe em errar! Esse é um momento de comemoração e alegria para todos os presentes. Se tratados com naturalidade, muitas vezes os erros nem são notados.

 

Seguindo esses passos você certamente terá um discurso de Formatura memorável pra toda a galera.

Caso tenha visto um discurso de formatura que chamou a sua atenção e queira compartilhar as dicas de sucesso, fale com a gente!

 

Tags:


Navegação